FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO



Curso

Roda de Conversa "Samba de Lenço e Batuque de Umbigada: preservação, difusão e perpetuação dessa importante tradição cultural afro-caipira"


Eixo Temático

III - Difusão Cultural


Público Alvo

Público em geral, com foco para estudantes.


Período de inscrição

De 15/10/2021 a 10/11/2021


Duração do Curso

2 horas


Período do curso

Dia 11/11/2021 Das 14h às 16h


Horário das aulas

Das 14:00 às 16:00


Conteúdo

Diálogos abordando os temas Samba de Lenço e Batuque de Umbigada, de maneira a preservar, difundir e perpetuar os aspectos históricos, sociais e culturais dessa importante tradição afro-caipira presente em Piracicaba e outras localidades.

Facilitadores:

 ANTÔNIO FILOGÊNIO DE PAULA JUNIOR  - Filósofo, Mestre e Doutor em Educação, professor e pesquisador, Membro do Grupo de Batuque de Umbigada, Membro do projeto-empresa Casa de Batuqueiro.

 EDIANA MARIA DE ARRUDA RAETANO  - Conhecida como Edi, é batuqueira e arte-educadora da cidade de Piracicaba. Começou a se envolver com a cultura popular aos 13 anos de idade, quando iniciou um projeto de dança com as crianças da sua comunidade, e com as quais realizou diversas apresentações nas festas do seu bairro – Pauliceia. Em 2007, fundou o grupo de Samba de Lenço – Mestre Antonio Carlos Ferraz, onde atua como cantora e coordenadora. Ediana é remanescente dessa tradição afro-caipira de matriz bantu, que veio herdar da sua família materna. Conhecedora das tradições de matriz africana, atua como arte-educadora, ministrando oficinas de Samba de Lenço e turbantes. Sob sua liderança, o samba de lenço participou do Revelando São Paulo (2013), da Virada Cultural Paulista (2013), de edições do Festrival Curau e Afropira, e de diferentes encontros de sambas rurais, batuques paulistas e culturas negras. Com a colaboração da Ação Cultural de Piracicaba, em 2014 foi produzido o documentário “Samba de Lenço”. Em 2018, foi condecorada com uma Moção de Aplausos da Câmara de Piracicaba. Em 2019, participou do documentário “Elas abriram o caminho dançando”. Atualmente é conselheira do Conepir – Conselho de Participação e Movimento da Comunidade Negra de Piracicaba, batuqueira e Rainha do Maracatu Baque Caipira e integrante do Batuque de Umbigada – projeto Casa do Batuqueiro.

NATALIA PUKE é educadora, pesquisadora e fazedora de cultura. Graduada em Filosofia (Unimep – 2011) e Mestra em Educação (Unesp – 2018), na linha de pesquisa “Linguagem, Experiência, Memória e Formação”, atua como professora de Filosofia e História na educação básica e como educadora de capoeira. No cenário da cultura popular da cidade de Piracicaba é coordenadora e batuqueira do Maracatu Baque Caipira, integrante do grupo de Samba de Lenço – Mestre Antônio Carlos Ferraz, da Escola Piracicabana de Capoeira Angola (EPCA) e da Comissão de Acompanhamento de Carnaval. Desde 2015 tem se dedicado ao desenvolvimento de ações em comunidades periféricas, conduzindo atividades que promovem a ocupação do espaço público para promoção da educação e cultura. Foi coordenadora do projeto Maracatu Baque Caipira multiplicando saberes (Proac – 2018) e do evento “Capoeira Mulher – Origem e Vivência” (Sesc Piracicaba – 2019). Oficineira da atividade “Ritmos e movimentos – brincar em um Brasil que temos”, na Semana Nacional de Brincar (Sesc Piracicaba – 2020) e produtora executiva e batuqueira do vídeo “A Viola do Baque Caipira: loas da nossa terra” (Sesc Piracicaba – 2021). Foi coordenadora do projeto “Maracatu e os caminhos afro-caipiras” (LAB/Piracicaba – 2020) e produtora executiva do projeto “Mulheres em ação: batuque, capoeira e hip-hop” (LAB/Piracicaba – 2020). Atua também na área de pesquisa e formação. Desde 2013, é  colaboradora do Centro de Estudos e Pesquisa em Gestalt-Terapia SatoriGT, onde ministra o módulo "Filosofias da Existência". Tem produções nos estudos sobre o lazer e é autora do capítulo “Lazer e Educação: desafios e possibilidades” do livro “O diálogo em educação: um caminho ou uma nova paideia”, publicado em 2013.

 VANDERLEI BENEDITO BASTOS, pesquisador das tradições de origens africanas preservadas na região de Piracicaba, membro iniciado na tradição do Batuque de Umbigada (tradição oral), musico percussionista, Membro e Fundador do Projeto Casa de Batuqueiro.

Mediador:

RODRIGO ALVES - Graduado em comunicação social, habilitação em jornalismo, e pós-graduado em Jornalismo Contemporâneo e Novas Linguagens, ambas pela Universidade Metodista de Piracicaba. É aluno do MBA em marketing pela Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo). Tem experiência em jornais diários e revistas, TV, assessoria de comunicação, gestão de redes sociais e docência. É servidor da Câmara Municipal de Piracicaba há 10 anos e ocupa a função de chefe do Departamento de Comunicação Social.

Observação

A Roda de Conversa online será realizada através do aplicativo Zoom e os inscritos receberão o link de acesso para a sala de reunião por email e/ou WhatsApp.





AS INSCRIÇÕES PARA ESTE CURSO ESTÃO FECHADAS NO MOMENTO



Caso o formulário apresente algum problema por gentileza informe pelo e-mail escola@camarapiracicaba.sp.gov.br