Debate "Arborização Urbana e suas Interfaces"



Eixo Temático

I - Educação para a Cidadania


Público Alvo

Gestores, Iniciativa Privada, Profissionais interessados, Estudantes, Sociedade Civil em geral.


Período de inscrição

De 05/09/2018 a 27/09/2018


Duração do Curso

3 hora(s)


Período do curso

De 28/09/2018 a 28/09/2018


Horário das aulas

Das 14:00 às 17:00


Conteúdo

A arborização urbana nada mais é do que o conjunto de árvores existentes em uma cidade e os cuidados aplicados como: plantios, controle de doenças e pragas, regas, podas, entre outros. Esta ciência também á conhecida como silvicultura urbana, e tem finalidade ecológica, social e econômica.
 A Constituição Federal de 1988 trouxe em seu artigo 225 que todos tem direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.
O Estatuto da Cidade, Lei Federal n. 10257/2001, trouxe como objetivo cidades justas, democráticas e sustentáveis.
Neste sentido a arborização urbana e um dos instrumentos, quando tem a função de proporcionar melhor qualidade de vida aos seus habitantes.
Árvores em praças, parques, bosques, hortos, calçadas, avenidas, oferecem sombra e frescor, flores e frutos, embelezamento através de formas e cores, reduzem intensidade de ruídos, retêm poeira, absorvem gás carbônico e produzem oxigênio reduzindo a poluição do ar, diminuem a força da água de chuva que cai no solo, alimentam e abrigam pássaros e outros animais, criam locais agradáveis para encontros e descanso.
Entretanto há necessidade de um planejamento para plantio das espécies, dos locais, manutenção entre outros.
Piracicaba possui legislação compilada que disciplina a proteção ao meio ambiente, a Lei Complementar n. 251/2010, onde em seu Capitulo VIII, Seção I, trata dos Critérios de Arborização, também possui um Manual de Normas Técnicas de Arborização Urbana de 2007, bem como um Manual de Orientação para Plantio de Árvores em Área Urbana;
Tal tema perpassa a temática ambiental, atrai também o uso e ocupação do solo o parcelamento do solo e demais situações.
Porém, é importante que sempre se discuta a questão, já que projetos de leis pontuais entram em pauta, também a população muitas vezes desconhece tais manuais, além da cidade ser muito dinâmica e com grande extensão territorial e várias especificidades de situações.
Assim, dialogar com o cidadão que é o principal ator da cidade, com técnicos especialistas da área, com gestores municipais é muito importante, saudável e produtivo. 
Muitas vezes exemplos de outros municípios, cabem, ajudam na atuação e gestão dos demais, pois os problemas de uns muitas vezes são os de todos, como podas, espécies, entre outros.

Debatedores: Engenheiro Agrônomo  Marcelo Leão / Arquiteto Rodrigo Munhoz / Engenheiro Agrônomo  Carlos Ambrosano e Técnica Ambiental  Bianca Avancini
Coorganização: Engenheira Civil Silvia Maria Morales

Campanha da Solidariedade: Trazer 1 litro de leite no dia do Debate